Monday, September 05, 2005

Só para te dizer que são minhas as nossas ruas






Quem sabe amanhã - como tantas vezes já aconteceu
Você me veja passando pela rua
E de longe, eu te aceno

Diferente de antes, dessa vez não espero resposta
Quero que passe por mim sem reação
Não quero nem mesmo que me olhe nos olhos

Mas não se preocupe meu amor,
Nesse mundo louco, delírios são normais
Essa não sou eu
E eu não te aceno
E a gente nem passa pelas mesmas ruas mais

Te entendo
Aceitar é mais doído
E se me engano, não enfrento
Nem penso
Veja você,
Nem se lembra quanto tempo faz

Vamos evitar os constrangimentos
E só dessa vez, vamos fazer o que eu quero
Fica combinado assim:
Você tira o nome da rua que passa em mim.

.:ml:.

4 comments:

Anonymous said...
This comment has been removed by a blog administrator.
Marcos Tadeu Campos said...

Lindo

Anonymous said...

quem é vc?
a própria personalidade da Charllot?
Creio q não está sozinha no mundo.... nao está! gostei do seu blog

beijos

Anonymous said...

Ah... meu nome é: A. C e meu blog é: www.farsasecomparsas.blogger.com.br
foi eu q escrevi o post acima! beijossss